Alimentos que Previnem o Câncer: Mude seus Hábitos e Evite Doenças!

Neste artigo você vai saber quais são os alimentos que previnem o câncer e como mudar o hábito pode melhorar a sua qualidade de vida e evitar doenças.

Cerca de um terço dos cânceres do mundo podem ser prevenidos.

E a maioria deles está relacionada à má alimentação e ao excesso de peso, o que torna a mudança de hábitos alimentares um dos alvos das políticas de saúde pública, que visam a sua prevenção.

Apesar de nenhum alimento isoladamente ser capaz de causar ou prevenir o câncer, sabe-se que o conjunto de hábitos alimentares pode influenciar o desenvolvimento ou não da doença.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a ingestão insuficiente de frutas, legumes e verduras está relacionada a aproximadamente 14% das mortes por cânceres gastrointestinais.

A recomendação hoje é a consumir no mínimo 400 g desses alimentos por dia para a prevenção não só do câncer, mas de doenças cardiovasculares e obesidade.

não engorde

Alimentação e câncer

Há vários fatores que ligam a obesidade com os tipos de cânceres.

Mas, a maioria ocorre por causa dos adipócitos, que são células que armazenam gorduras, fabricam substâncias que regem o funcionamento do organismo.

Em excesso, aumentam a produção de proteínas inflamatórias e de certos hormônios que se espalham pela corrente sanguínea. Assim, multiplicam as células tumorais. Outro causa seria a alta concentração de insulina no organismo em quem carrega mais peso do que deveria.

O padrão alimentar caiu muito.

Hoje em dia há uma busca pelo o que é prático e rápido. Por isso, muitos caem na tentação dos fast-foods e nos alimentos ultraprocessados, causadores de obesidade, diabetes, hipertensão, dislipidemia e até câncer.

Por isso, devemos melhorar nossos hábitos alimentares com refeições balanceadas e com os alimentos que nos fornecem os nutrientes necessários e associando tudo isso juntamente com a prática de atividade física.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA):

“A alimentação e a nutrição inadequadas são classificadas como a segunda causa de câncer que poderia ser prevenida, atrás apenas do tabagismo. Muitos componentes da alimentação têm sido associados com o processo de desenvolvimento do câncer, principalmente os de mama, cólon e reto, próstata, esôfago e estômago.”

Além disso, alguns alimentos possuem agentes cancerígenos. Um exemplo são as carnes processadas, como salsichas, linguiças e presuntos, que contêm os nitritos e nitratos para conservar e realçar o sabor.

O famoso churrasco também é impregnado com o carvão, o que o torna um perigo para a saúde.

alimentos que previnem o câncer

Alimentos que Previnem o Câncer: Mude seus Hábitos!

O modo de preparar os alimentos também contribui para torná-lo maléfico para o organismo.

Quanto menos sal, melhor. Para as refeições continuarem saborosas, é importante substituir o sódio por temperos naturais, como alho, cebola, salsa e salsinha.

Sempre que possível, evite frituras, pois o óleo ao ser aquecido libera substâncias que aumentam os riscos de alguns tipos de câncer como estômago e colorretal.

Por isso é importante consumir alimentos que previnem o câncer e também adquirir alguns hábitos como:

  • Consuma frutas e vegetais variados por dia;
  • Prefira alimentos naturais com o mínimo de processamento industrial;
  • Coma mais grãos e sementes;
  • Diminua o consumo de carboidratos refinados;
  • Escolha óleos vegetais saudáveis – azeite extra-virgem;
  • Reduza o consumo de salgados, embutidos e defumados;
  • Substitua o sal por temperos naturais, como alho, cebola, ervas aromáticas e especiarias naturais;
  • Evite ou limite o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Consuma mais alimentos ricos em antioxidantes e orgânicos, que são livres de agrotóxicos;
  • Pare de fumar;
  • Exercite-se por pelo menos 150 minutos na semana;
  • Mantenha seus níveis hormonais equilibrados;
  • Preserve a saúde do seu intestino;
  • Faça exames regularmente.

alimentos que previnem o câncer

Obesidade e câncer: os tipos mais comuns

Uma pesquisa conduzida pela London School of Hygiene & Tropical Medicine e do  Farr Institute of Health Informatics, mostrou que um alto índice de massa corporal está  relacionada ao desenvolvimento dos 10 tipos de câncer mais comuns, como câncer  de útero, de cólon, de mama, de tireóide, próstata e leucemia.

O sobrepeso é responsável por 41% das ocorrências de câncer de útero e por 10% ou mais das ocorrências de câncer de vesícula, cólon, rim e fígado.

Cada acréscimo de 5kg/m² aumenta em 62% as chances de alguém desenvolver câncer de útero; de vesícula em 31%; de rim em 25%; de cólon do útero em 10%; de tireoide em 9% e leucemia em 9%.

O papel do nutrólogo no combate ao câncer

Agora você já sabe que alimentos influenciam significativamente a saúde do organismo.

O nutrólogo é o profissional responsável por indicar os alimentos que previnem o câncer.

Sendo assim, orienta sobre os hábitos alimentares, definindo frequência de refeições, alimentos que devem ser incluídos e excluídos da dieta e até mesmo cuidados com a hidratação.

E em pessoas com a doença e em tratamento, ele consegue ajudar a recuperar a saúde e combater os avanços do câncer.

A quimioterapia e outros tratamentos fragilizam o corpo, por isso, essas pessoas precisam de acompanhamento nutrológico para se manterem fortes e assim lutar contra a doença.

Grande parte dos pacientes com câncer morrem por desnutrição.

O acompanhamento com um nutrólogo é muito importante para a prevenção de doenças, sugerindo alimentos que previnem o câncer durante o tratamento. 

Confira como é uma consulta com um médico nutrólogo:

Se você ainda tiver dúvidas de como realizamos o nosso trabalho, clique aqui ou no botão abaixo e marque uma consulta conosco!

marque sua consulta
Será um prazer lhe ajudar na prevenção do câncer. 

Grande abraço!
Dr Luiz Gustavo Solano
Médico Nutrólogo
CRM 106353 I RQE 55075

Autor: Dr. Luiz Gustavo Rosa Solano

Médico Nutrólogo (CRM 106353 I RQE 55075) e Diretor Clínico da Clínica Solano em Sertãozinho–SP e Ribeirão Preto–SP